Vocábulos - Alma do Poeta: Da série: "Pequenas Resenhas" - I diálogo: 19 de Novembro.

20 de out de 2011

Da série: "Pequenas Resenhas" - I diálogo: 19 de Novembro.


"Esta data não vou nunca apagar da minha memória, foi minha primeira postagem nesta casa, que abrilhanta nossos poemas, com graciossos comentários, uns vindos do fundo do corção, outros embalados pelas emoção, outros que fazem a nostalgia prevalecer e assim sucessivamente.  Neste primeiro semestre ativo aqui na casa, quero fazer uma apequena resenha: 

Minha
rotina
tava meia insossa (ça?)
de repente
fui apresentado
(pela dama dos voábulos)
Luciene Prado, a esta casa
não sei do seu paradeiro poético
mas, ao me identificar
com os poetas desta residência
que nos absorve e presenteia-nos
com suas inspirações
mexendo com nossos sentimentos
reativando saudades, trazendo à tona
lembranças de ex-amores e de famílias
só posso dizer que minha vida
agora tem tempero da melhor qualidade
e esses temperos é uma mistura eclética
de admiração e sentimento e alegrias
(tristeza até agora, na casa, não tive)
e essa mistura eclética que falo,
são as identificações, que naturalmente
acontece; exemplo deste prodigio
é a pessoa de Arnoldo Guimarães
(por onde andas meu querido poeta)
ele foi a primeira pessoa a me comentar
depois, veio a primazia de ser comentado
por nada menos que Renato Baptista
a dizer: "Um soneto a quatro mãos
que embeleza esta casa
na sua estréia perfeita.  Estas palavras
soaram profeticamente, porque se
tornou uma perfeição, tudo que aconteceu
comigo, aqui na casa. Um abraço carinhoso
do fundo do coração a todos que dividem
comigo, a alegria de ser poeta 
e estar presente no dia-a-adia
da sociedade.  Sim porque ser poeta
é ser formador de opiniões. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.