Vocábulos - Alma do Poeta: - Idólatra

26 de out de 2011

- Idólatra



Idólatra
guardei o beijo 
que eu te roubei
- e o meu?
guardasse no sentimento
ou deixasse que o tempo
com outro sentimento
diluir-se-o outra vez

Idólatra
cadê o sorriso 
que eu te esbanjei
se alegraste aos ventos
ou o sétimo mar
levou com seus movimentos
de marés jusante e montante
para areias longínquas

Idólatra
cadê a canção 
 que te compus
já que não gravaste
pelo menos memorizar-se
ela representa os delírios libidinosos
e a sensualidade dos teus sussurros
aos meu ouvidos

Idólatra
faço tudo 
pra te esquecer
mas, engano-me 
a cada tentativa
se por acaso um dia pensares
em me esquecer
é melhor você desistir de viver .

<<BRÓIS>> 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.