Vocábulos - Alma do Poeta: Declaração de amor a Deus (O Rabi)

20 de out de 2011

Declaração de amor a Deus (O Rabi)


)))))))))))))))(((((((((((

"E amanhã
repousarei
apenas em mim...
guiado para águas
tranqüilas, e nada me faltará"

Autor: José Manuel Brazão - uma simbólica homenagem pela beleza dos versos
)))))))))))))))((((((((((((((((((((((())))))))))))))))))))))))((((((((((((((((((((((((((((((((())))))))

Como disse
Allan Kardec:

- Pode
o homem compreender
a natureza
íntima de Deus?

- Não,
falta-lhe
para tanto "o sentido"

Porém
podemos
sentir Deus
no seu agir

Tive
um abstrato
encontro com Ele
depois de muito clamor
louvor, e orações
a chave sem segredo
foi a perseverança

Deus
me recepcionou
numa madrugada
de puro escárnio

Dominado
pelo vício
meu futuro
não tinha futuro
e o presente, indecifrável

Sem
presente
quem seremos?
o futuro, tubo bem
é inqüestionável

- Por quê?

Porque ele
pertence a idade
é isso mesmo
o futuro pertence a idade
isso está explícito
na poesia de Manuel Brazão

- O futuro é nossa idade.

Entretanto
não deixe
que o tempo esnobe
deixa apenas
que o espelho
lhe revele
a emoção
e faça de cada segundo
uma tremenda oração.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.