Vocábulos - Alma do Poeta: Um cego e um mudo

20 de out de 2011

Um cego e um mudo


Certa vez
estava eu
sentado em um restaurante
aqui em Natal
poucos clientes
e o silêncio imperava

Eu
pude presenciar
uma conversa
de um cego
com um mudo
óbvio que o mudo
só ouvia
Então o cego
perguntou para o mudo:
"Camarada  me diga
(já que até agora
tu num falou nada)
me diga por favor
qual o maior sonho
de um palhaço.

- Bom! vamos fazer um enquete;
  meu caros poetas amigos
  por favor postem respostas pelo
  mudo, que depois eu darei a resposta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.