Vocábulos - Alma do Poeta: Uma linda e iluminada poetisa (Luciene Lima Prado)

11 de jan de 2012

Uma linda e iluminada poetisa (Luciene Lima Prado)


Um
olhar, de expansão
inocudado de alegria
(pelo sorriso)
que transborda
e anima 
e contagia

Um 
olhar, de imensidão
transportando coletivos
feito cardume 
de surfistas
feito falanges;
e, os anjos
todos contemplando-a

Um 
olhar, feito afeto
sussinto
discreto
rico
em
expressão
de uma linda
fisionomia
de poetisa
onde os vocábulos 
repousam
fazem festas.
.......................................................
Mário Bróis.


Um comentário:

  1. Que lindo poema, Lu! Grande surpresa... Mas a moça da foto não combina com essa beleza exposta nos versos, rs. Passado meu cansaço por inteiro, voltarei às páginas dos poetas todos, sem faltar um, mas ainda não é meu momento.

    Abração.

    ResponderExcluir

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.