Vocábulos - Alma do Poeta: Busca

13 de jan de 2012

Busca


Eu busco a minha luta
nas minhas cicatrizes emocionais
perdoando e esquecendo
para que o ódio
não se transforme
em uma insuportável coroa de espinho
e que me faça amargar
o meu próprio fel no escuro vazio do meu medo.

.......Raimundo Duarte (Radu)......um amigo de vera.

4 comentários:

  1. Lindo o seu cantinho Amei!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Parabéns poeta pela sua poesia que nos envolve , nos contagia e nos faz bem . Muito bem!
    Abfraços da Lu

    ResponderExcluir
  2. Mário, este poema é do Radu? Maravilha não temos que amargar mas sim perdoar os nossos erros e dos outros.
    Obrigada pelo seu comentário, lindo vc fez um novo texto. Amei!
    Abraços,
    Beki

    ResponderExcluir
  3. Espetacular e verdadeiro!

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Sábias palavras. Bj carinhoso amigo

    ResponderExcluir

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.