Vocábulos - Alma do Poeta: poesia noite adentro

24 de jan de 2012

poesia noite adentro




A
madrugada
para mim
é como um paraiso
por entre a selva de pedra

Ela
(a madrugada )
é minha eterna parceira

Tenho feito
do meu imaginário
muitas viagens noturnas
são nuances introspectivas
são performances dilaceradas
ou direcionadas

Na
madruga
encontro-me comigo mesmo
e desencontro-me dos indesejos
insanos
dos que vivem ao relento
- Sem teto
quem somos?
- Com sede
o que faremos?
- Com fome
como iremos raciocinar?

O
raciocínio
tá no silêncio
que a madrugda propicia
permitindo-nos pensar,
refletir, planejar...
permite ter o que não há
permite ser o que não
pode ser (que seja)

Madrugada
não é fantasia
é tato
é percepção
é amor
é paixão.




Um comentário:

  1. Mário... meu querido poeta, amigo, irmão. Nem sei o que te dizer de tão feliz e emocionada que fiquei com seu texto la na Casa. Vc sabe, não tenho como acessar, mas o Zé ( que tb é um amigo fraterno) me enviou para que eu lesse. Meu querido chorei..rs
    Não poderia ser diferente. É tão bom saber que existem pessoas maravilhosas assim como vc, amigo, atencioso, carinhoso e principalmente sincero. Tão difícil encontrar pessoas assim. Ainda mais na net..pena. Estou honrada por ter sua amizade. Te admiro muito como poeta, como ser humano. Vc sempre me passa uma sensação tão boa sabe. Vc me alegra, sempre. Fiquei mais feliz ainda de receber sua visita la no meu cantinho. Espero que passe sempre por lá e eu tb virei sempre aqui te ler porque tb sou fã dos seus vocábulos broizianos (rsrsrs) Adorei os Ragazzianos,rs. Obrigada amigo do coração. Adoro você viu. Estou longe mas não te esqueço não. Te deixo um beijo carinhoso. Sua amiga regina ragazzi.
    Ah... já ia esquecendo de comentar seu poema,rs.
    As madrugadas são sempre muito especiais, são inspiradoras. O silêncio, o estar só faz com que tenhamos esse encontro com a gente mesmo. Que a gente se desarme, se deixe levar profundamente pra dentro de nós mesmos. E quanto coisa a gente aprende, percebe nesses momentos tão nossos... Tão lindo seu poema Mario. É assim que tb me sinto. Bjssss

    ResponderExcluir

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.