Vocábulos - Alma do Poeta: um poema de felicidade

20 de out de 2011

um poema de felicidade




E
se por acaso
algum dia
a feliidade me abater
meu Deus
que devo fazer?

...A felicidade
é um estado de espírito
tão nobre
mas feito efêmero
se dissipa muito rápido

É preciso cultivar e conquistar
 incesantemente
feito corpo demente

E
se por acaso
algum dia a felicidade
se distanciar de mim
meu Deus
que serei de mim
a felicidade nos rege
feito elemento místico
feito um compêndio de sabedoria
feito risada dia-e-noite, noite-e-dia
devemos cuidar com zêlo e determinação
feito uma tribo de irmãos
feito um coraçaõ ao contrário
da contra-mão.

)))))((((((())))))))))))))))))(((((((((((((((((((((((((((((

Pequeno enlace; estava observando a foto do Bruno Gaspari, e de repente estes versos fluiram, com certeza ele é um menino feliz, seu olhar cabisbaixo, não passa timidez nem tristeza, é um olhar de felidiade, coincidentemente ele postou um poema que também abordada o tema "felidade", que maravilha, ainda dizem que a telepatia não existe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.