Vocábulos - Alma do Poeta: Um diagnóstico

20 de out de 2011

Um diagnóstico


# # # # # # # # # ##
                                      # # # # # # # # # # @
                                                                             # # # # # # # # @
Estimada
Auxiliadora Cavalcante
onde quer que estejas
desejo que
ouça meu canto

Por favor
olhe para dentro de si
e o que encontrar de desafeto
apague, passe uma borracha
e tudo será novo

Você tem
um monte de amigos aqui na casa
te aguardando
cheios de saudades
estamos sentindo tua ausência

Esqueça
o que aconteceu
me dê a oportunidade
de tornamo-mos amigos
como nos tempo de poetas
quando nos conhecemos

Aqui
finda nosso elo de relação
compus o poema abaixo
antes de você se ausentar de mim
mas , não tinha postado
pela falta de sua presença:

Contigo
minha alma ganhou
liberdade na amplidão

Contigo
até os eclipses
ficaram mais perceptíveis
aos olhos

- meus sonhos
são prévias de realidade

Doce querer
mais que doce querer
arregimentado pelo verbo amar: "Amar-te-ei" e tu
                                                             "Amar-me-ás"?

E nesse jogo de verso
tiro meu terno
dispo-me para ti
e tu despi-se para mim?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.