Vocábulos - Alma do Poeta: Da série: Cartas a uma poetisa magistral (II missiva)

20 de out de 2011

Da série: Cartas a uma poetisa magistral (II missiva)


"Agora meu dormir
     já não são pesadelos
         e sim sonhos, feito filmes"

@  @  @  @  @  @  @  @  @  @  @  @  @  @  @  @  @

       II MISSIVA - Por entre ansiedade e expectativa

Tomado por ansiedade
estamos nós
onde já não cabe
solidão, nem carência

E se a inusitada surpresa
converter o virtual
em algo como a paquera
aí sim serás bela
e eu a fera
fera domada, astuta
que tem a missão
de embalar-te com carícias
                                    dengos
                                    desejos
                                    afagos...

Ser-me-ei
eterno, com doçuras a ti
serar-me-ás
o segredo,
que nem os quiromântes
desvendarão
nem tampopuco os ciganos
advinharão.

Transformar-te-rei-te
em uma Walkíriria
para que montada
num lindo corcel
possas cavalgar
e atravesar-mos o deserto do mojava
na Califórnia

Enquanto
guias o animal
estarei eu a te acariciar
por trás do espelho
onde voce não me veja
mas sinta os toque sutis
e provocativo
e voce a esparramar
milhões de gamtas
sob o dorso do cavalo
e eu ali te segurando
para que não caias
do efêmero prazer
que de tão rápido
se eterniza na nossa memória
com algo secular

Se tu desejas
o meus desejo
então somos desejos juntos

E
na expectativa
do primeiro encontro
por enquanto sonhos
e mais sonhos e mais sonhos.

- Viu quéque você faz? Madona do Cedro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.