Vocábulos - Alma do Poeta: Aos poetas de sentinela

20 de out de 2011

Aos poetas de sentinela


"A vida é feita de eternidade
     por que os momento são efêmeros
        se diluem a cada instante de felicidadede
           que só se adquire ao longo da semi-eterna idade"
-------------------------------------------------------------
Cadê
os poetas de sentinela
fecham a porta quando deve se abrir

Salomão
diz; que somos reservatórios
de vaidades,
se a afirmação
está dentro da realidade
então porque renegar o óbvio.

A casa da poesia
é reduto de poetas
merecendo ser exaltada
a todo momento e a todos
que nela estão

A vitória de Márcia
Villarinho se deu
por mérito, e quem há de negar?

No entanto
no momento de exaltar-lhe
faltou quorum pro nosso côro, sim!
poqque somos críticos de nós mesmos
por saeer um grupo fechado
pra não se permitir a presença
do falso poeta

Onde está o coração
nesta união, desintegrados
onde deveria está a integração

O mérito de Márcia Vilarinho
pertence a ela
pela sua gama de disponibildade
pela sua performance
de ler tudo,que se posta
e comentar com uma palavra
de encorajamento, de fertilidade poética
a mensão honrosa existe
"no mundo da guerra ou de paz
há por vinculo umbilical um líder
desde nossa tempos remotos
quer saber: Lênin (Bolchevique)
                Ghandi (pacifista indiano)
                Bin Laden (oriente)
                João Figueiredo (penúltimo ditador- Brasil)
                Hitler (Alemanha)
                Casa da poesia (Márcia Vilarinho)
esta; pelo seu compêndio
pela sua dedicação
para com a poesia.

-Desculpem os poetas da casa, mas, quando compus UNI VERSO , achei que os comentários seria em gande quantidade, óbvio não para mim, porém para a nossa dama Márcia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.