Vocábulos - Alma do Poeta: Saudades de Alício

20 de out de 2011

Saudades de Alício


"Querido e estimado poeta
   por onde andas, olhe o respeito
     por nós, que acostumamos contigo"
..............................................................................
 ...........................................................................

Agora
tá faltando
aquele violão
que sempre víamos
aqui, e ao lado
o poeta sumiu

Agora
já não vemos
mais comentários
repletos de linguajar
coloquial.

Agora
a casa da poesia
tá havendo
um certo vazio

É Alício
se você acha
que não é importante
tire o cavalo da chuva
pra eu passar
com meu jumentinho
e dizer, sobe aí poeta
na garupa
com teu violão
vamos prum forró
lá no pé da serra
onde a cerveja é gelada
ao pé dum pote.

- versos de saudade deste
querido poeta Alicio Alves,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.