Vocábulos - Alma do Poeta: improviso

20 de out de 2011

improviso

-Um dia perguntaram-me:
"como tens atravessado a vida Mário Bróis?"
- Eu disse! feito um equilibrista numa corda bamba; de um lado um abismo, do outro, outro abismo; e quando me cansei de ficar de um lado pro outro, sentindo que ia desmaiar; clamei ao Supremo. "Sr. transforma-me numa águia para q'ueu possa renascer antes da minha própria morte; eleva-me às mais altas alturas, em busca dum repouso, para que eu possa depenar-me, arrancar o meu bico e que tudo renasça. Quando eu acordei deste sonho o meu Deus havia me transformado num poeta, e me conduziu aos lugares mais relevantes possível, como a casa da poesia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.