Vocábulos - Alma do Poeta: Hereditariedade e ditaduras.

20 de out de 2011

Hereditariedade e ditaduras.

Ó mundo tão desigual
de um lado esse carnaval
do outro a fome total  (Gilberto Gil)

Venho
das ditaduras:
socialista e militar

Não trago comigo
as dores e traumas (das torturas)
mas, minha raiz genealógica sim

Minha  avó
exilou-se da Croácia
por causa da misantropia de Lênin
(decidiu extingui-los de fome e sede)

Ele mesmo morto
ainda é um miserásvel
e o mundo inteiro
se empolgou com a fachada
revolução dos proletários
abominando os czaristas
Os bolcheviques - (os operários sim
mas os líderes não)

Refugiando-se
em duas das uniões ds repúblicas
minha avó teve minha mãe
a qual, exilou-se para a América Latina
por causa de outro misantropo
Stalin (aliado obscuro de Hitler)

Meu pai
um camelô intinerante
atravessara mares
feito vickings (ciganos marítimos)
trouxe minha mãe para o Brasil.
Amargou o dissabor
da ditadura militar
Fernando Gabeira, sabe das estripulias
dessa ditadura, Alfredo Sirks também
e tantos outras mentes sábias
do nosso país (Brasil)
até hoje minha mãe guarda
no seu sepulcro,a lembrança
do fascismo de Nelton Cruz e outros 

Porém
nada disso pra mim
tem referência, não é atoa
que repito meu passado sem futuro
agora veio à tona a realidade
do meu expressar, nada me importa
sabe porque?: eu pertenço ao exército
dos degustadores de vocábulos
como os poetas que habitam
a casa da poesia e outras casas.
Num é Manuela Vieira?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.