Vocábulos - Alma do Poeta: Espaço sideral (acertos de lealdade)

20 de out de 2011

Espaço sideral (acertos de lealdade)

Na aglutinação
dos átomos no espaço sideral:

Vale
o lirismo
e o sorriso dos poetas
as atitudes
humanas e solidárias

Vale
o beijo sem falsidade
um aceno de adeus
regido pelo coração

Vale
um aperto de mãos
desarmadas
a alegria de um palhaço
em cena, descontraindo

Vale
o meu nos teus braços
numa entrega total
vale um beijo de fidelidade
(com saliva e tudo)

Vale
ter fé, fincada em Deus
(todas as coisas se convertem
para o bem, quando estamos com Ele)

Vale
as atitudes pacifistas
(feito Mahatma Ghandi)
Vale a ação coletiva
e humana de Zilda Arns

Vale
o protesto de Bekin Bassan
poeticamente a dizer:
"Praticar o bem é nosso dever"

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.