Vocábulos - Alma do Poeta: Dentro das noites eternas

20 de out de 2011

Dentro das noites eternas


- Dedicado a todo os os notívagos.

     "Há luminosos vultos
        que bem longe desse aquém
          galopam no arco-iris e dormem nas estrelas"
                  (Márcia Vilarinho)

...Anoiteço
                 eternidade
...Amanheço
                    nova idade

Ao dormir - sonho
ao acordar - esperança
ao caminhar - perspectiva
ao planejar - perseverança

          Ao ler - conhecimento
          ao chorar - emoção
          ao sorrir - alegria
          ao som dum samba-canção

Na distâncuia - saudades
na proximidde - regozijos
no ciúme - insegurança
na discursão - ferimentos

          Na dispersão - desparceria
          na separação - remorços
          na solidão - desprezo
          no isolamento - destroços

No sopro - vento-leve
no olhar - retenção
no surto - epidemia
NO AMOR - GAMAÇÃO.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.