Vocábulos - Alma do Poeta: Ao espírito Santo (digno de sua luz)

20 de out de 2011

Ao espírito Santo (digno de sua luz)


Viverei
         para ti
dançarei
           para ti
cantarei
         para ti
poetisarei
             para ti
(Ó divina luz, essência do nosso existir)

Porquanto
aos lusco-fuscos
tenho louvado
ao Santo Deus
nas primícias do dia

Porquanto
aos arrebóis
tenho clamado ao Supremo
agradecendo
a cada pão que me chega
a cada mesa farta
a cada alegria
a cada tristeza
a cada poema

Porquanto
a cada alvorada
tenho regozijado-me
com as provisões e prodígios
do Santo Deus Supremo

Palavras tão sutís
aos meus ouvidos
palavras direcionadas
palavras de puro otimismo
de pura orientação

E eis
que o espírito do Senhor
habitou em mim, sua luz
deixando-me mais iluminado

E disse-me:
- Bróis, a humanidade é hipócrita
porque renega a palavra de Deus
e submetem-se aos caprichos satanicos
- Bróis, a humanidade tem como prêmio; a morte
sabe porque ela é inevitável
porque as pessoas
deixam de seguir os caminhos de luzes
do todo poderoso
para seguirem os descaminhos
do anti-cristo.

- Porém, Bróis
aqueles que estão
com o espírito mesclado
de cristo, e agem e andam como Ele
estes são alegrias para os olhos
do Rei dos Reis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.