Vocábulos - Alma do Poeta: Luz que não reluz

20 de out de 2011

Luz que não reluz


"Tua prece
        minha pressa" - Renato Batista
..........................................................................................................

Nem tudo que brilha, reluz
nem todo cachorro que late morde
nem todo morcego é sanguesuga
mas tudo que tem vida, desaparece

Nem toda fruta tropical, é doce
nem toda árvore, é frutífera
nem todo ar, tem pureza total
mas, a gula , é pecado capital

Nem toda musica é agradável
nem toda carne é inofensiva
nem toda hora o sol brilha (há chuvas)
mas toda noite a lua é nostálgica

Nem todo cigano é leal,  mentem
nem toda tribo que se preze é nômade
nem todo guerreiro é obstinadamente íntegro
entretanto, todo pacifista é idealista

Nem todo deus é Supremo e onipresente
nem todo profeta ou pastor é infiel a Deus
nem todo eremita se isola da sociedade
mas, todo peregrino, pisa em solo estranho

Porém, independente de tudo isto
todo dia temos oxigênio no ar
e essa partícula a nos guiar
chamá-se Deus.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.