Vocábulos - Alma do Poeta: 23 de novembro - Dia internacionall do livro

23 de mai de 2012

23 de novembro - Dia internacionall do livro
















Confesso que estou triste
porque estou desprezadome
deixam lá na estante                                              
fechado e empoeirado
sou o rei da literatura
mestre em saber e cultura
não posso ficar calado

Abro portas e janelas
para o conhecimento
deixo pessoas felizes
viajo em seus pensamentos
transmitindo informação
levando paz e emoção
amo está em movimento

Quero realizar sonhos
de adultos, jovens e crianças
dimminuir a tristeza
multipliocar esperança
dividir o amor com você
e somar fé e confiança

Mas tenho um advesário
é o tal computador
todos estão aos seus pés
da criança ao vovô
para minha decepção
está tirando a atenção
daquele que me criou

Voltar ao primeiro amor
era tudo que eu queria
está nas mãos dos leitores
seria uma grande alegria
meu m,aior objetivo
é continuar sendo livro
levando a sabedoria
Esse é meu desabafo
por essa falta de amor
as vexzes me sinto só
que nem sei mais quem eu sou
quero pedir a você
comece hoje a ler
e me d|ê mais valor

Valorize o artista
seja amante da arte
para que ele continue
espalhando em oda parte
iluminando as mentes
do oreinte ao ocidente
do planeta terra a marte.
.......................................................
um enlace: este poema é da minha prima
Vera Lúcia Barreto, lá de Cearpa-Mirim
terra de verdes canaviais, onde os engenhos
hoje, são meras lembarnças, registrado
por suas altíssimas chaminés.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.