Vocábulos - Alma do Poeta: Um poema feito sentimento (para Meire)

9 de dez de 2011

Um poema feito sentimento (para Meire)


Meire
tão quanto
teu sorriso
assim é a alegria
a perecer
no cerne da humanidaede

Meire
tão quanto
 teus gestos meticulosos
e tua generosidade
assim é o espelho
quando olho para você
vejo-me projetado
infinitamente 
dentro de sua beleza
zelosa e conservada


Meire
por onde ando
levo sempre  o seu sorriso comigo
assim sendo nunca perco
a alegria de viver
e a tristeza jamais, jamais me abaterá

O
seu carisma
tal qual solidariedade
é uma dádiva
que a natureza te inoculou
neste sentido,
Deus te guarda com carinho
porque Ele é por benevolência 
como um bálsamo feito Nardo
(lembra da Bíblia que me doas-te)
com ela descobri um reino de luz
a iluminar nossos caminhos
dia-e-noite, noite-e-dia

Que tua alegria seja eterna 
com essa carinha de menina.
@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@@

Do poeta Mário Bróis, pelo bem que te quero como cidadão
mas, acima de tudo pelo atendimento que sempre me deste
niunca permitindo que eu dormisse na ruaq, ao relento.



2 comentários:

  1. uma bela homenagem recheada da tua sensibilidade única..
    beijos perfumados Mário..

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada por bela homenagem, adooooorei,um grande abraço!!!

    ResponderExcluir

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.