Vocábulos - Alma do Poeta: Perfume, fragrância do amor.

9 de jun de 2012

Perfume, fragrância do amor.



Pois é!
Hoje acordei
sentindo aromas
exalado pela primavera
e meu olfato
feito fera
inalou o Nardo
fina perfume
conservado em alabastro
o qual
Maria Madalena ungiu
os pés de Jesus Cristo

Pois é!
perfumes são sedutores
e o vento circuladô
espalha-o no universo
do meu intrerior
feito uma semente
germinando amor

Pois é!
perfume, é um elemento
conquistador
lembro que meu primeiro amor
(até hoje inesquecível)
conquistou-me com colônia Johson
e depois bem depois
expulsou-me com azarrô

- Se sinto saudade?
- Claro que sim!!
- do perfume ou do amor?
- ...bom! vou silenciar.
- não seria um atrevimento à pergunta?
- a questão é que amor e perfume
são inseparváveis.


Um comentário:

  1. um poema forte que me emocionou muito ao ler meu mano, amigo poeta..
    abraço do tamanho do céu
    Nina

    ResponderExcluir

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.