Vocábulos - Alma do Poeta: Amor faceiro (Dílson)

2 de jun de 2012

Amor faceiro (Dílson)



QUERO UM DENGO QUE SEJA SINCERO
QUE SAIBA ME INSPIRAR UMA CANÇÃO
MAIS QUE TERNO UM DENGO QUERO
PRA QUE JAMAIS MORRA DE SOLIDÃO.

QUERO UM DENGO ALTIVO E FOGOSO
QUE MOSTRE NA CAMA SEUS SEGREDOS
UM DENGO ASSIM MAIS QUE DENGOSO
QUE RETIRE DE MIM TODOS OS MEDOS.

UM DENGO PRA ME CHAMAR DE SEU
COMO QUEM DEMARCA UM TERRITÓRIO
QUE EU POSSA CHAMAR SÓ DE MEU
TÃO PERMANENTE TÃO TRANSITÓRIO.

QUERO UM DENGO PRA ME PAPARICAR
QUE MASSAGEIE-ME AS SOLAS DOS PÉS
NO SEUS CABELOS POSSA CAVALGAR
NOS MEUS DESVELOS FAÇA CAFUNÉS.

CASO VOCÊ SAIBA ONDE ENCONTRAR
UM DENGO ASSIM ASSAZ PERFEIÇÃO,
QUEIRA UM CERTO E-MAIL ME ENVIAR
QUE EU LHE AGRADEÇO DE CORAÇÃO!

.......................................................................

Este poema é do conterrâneo, amigo, poeta;
                          Dílson.
Êle enviou-me para apreciá-lo e eu gostei tanto
que, com sua permissão posto aqui para leitores e seguidores.

5 comentários:

  1. Quem não quer um dengo assim? A vida se torna mais bela e melhor quando achamos alguém com quem compartilhar um carinho assim. Um abraço e um bom final de semana amigo.

    ResponderExcluir
  2. Um belo poema de nosso amigo em comum. Me alegrei com a sua presença em prosastecidas, comos eguidor. Lembrando que com outro perfil (a imagem do berimbau) você já é seguidor também de peomastecidos. Valeu!

    ResponderExcluir
  3. - Suzana, estive no seu blog emaisumavez saio chei de emoção, assim é com a poesia me concebe. Grat pela visita.

    ResponderExcluir
  4. - Luciene Prado, confesso que fiquei impressionado com sua capacidade de escrever prosa tão bem viu; aceite isso como um recinhecimento e não como elogio. Grato querida amiga e poeta.

    ResponderExcluir
  5. OI MÁRIO... SEU BLOG É UM ESPETÁCULO. CONFESSO QUE NÃO O VISITO MAIS VEZES, PORQUE O TEMPO É ESCASSO. A PUBLICAÇÃO DO MEU HUMILDE POEMA "AMOR FACEIRO" FEZ-ME POR DEMAIS DENGOSO. É UMA HONRA PRA UM POETA ANÔNIMO DESCONHECIDO COMO ESSE SEU CONTERRÂNEO. MUITO, MAS MUITO OBRIGADO MESMO PELO MIMO APOTEÓTICO. DEUS LHE ABENÇÕE. ABRAÇOS POÉTICOS!

    ResponderExcluir

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.