Vocábulos - Alma do Poeta

17 de abr de 2012


Sentei
na câmara
dos vereadores,
confesso que ouvi horrores
despóticos senhores;
fazendo discursos insedutores.

Estratégicamente
tirando de foco, as realidades conjunturais
que dissipam e bloqueiam nossas liberdades
e nosso anseios regado a desejos;
boicotes infundados em suas hipocrisias.

Sentei, sim
na câmara dos vereadores,
mas porque na pauta tinha o lançamento
de um livro de uma prima minha Vera Lúcia.

Entretatnto
fui nocauteado pelo meu próprio
senso críitico, não tão aguçado;
cheguei pensando encontrar
um monte de doutores
mas na verdadse me deparei
com um bando de
escarnecedores.

...Bróis...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por sua presença aqui no meu espaço de poesia e alegria.